A importância da gestão empresarial para o sucesso das empresas

O que é gestão empresarial?
Este conceito engloba um conjunto de ações estratégicas aplicadas no seu negócio. Nela, são considerados todos os recursos da empresa, da estrutura ao capital humano, e definida uma forma de gestão, com foco na solução de problemáticas, aceleração do crescimento e alcance de melhores resultados.

O processo deve objetivar itens como organização, definição de metas claras, planejamento da das estratégias, redução de custos, desenvolvimento da equipe, regulação da rotina, entre outras coisas.

Por isso, não pode ser encarado como algo que o proprietário pode fazer nas “horas livres”, quando tiver um tempo.

A qualidade da gestão empresarial influencia diretamente na qualidade dos serviços que sua empresa oferece, o que, por sua vez, impacta na solidez do seu negócio. O mais recomendado é, então, investir em um profissional qualificado e em ferramentas que possam aperfeiçoar esse processo.

Oferecendo uma gestão de qualidade
Conheça o mercado do qual você faz parte, as tendências, as novidades, o que de melhor você consegue oferecer aos seus clientes e o que de mais valoroso você consegue oferecer a seus colaboradores. É a união entre os dois propósitos, satisfazer público-alvo e equipe, que possibilita uma verdadeira gestão de qualidade.

Além disso, podemos destacar também os chamados “Oito Princípios da Gestão da Qualidade”, que podem te oferecer um norte sempre que você precisar lembrar suas prioridades na gestão empresarial:

1. Foco no cliente;

2. Liderança;

3. Envolvimento das pessoas;

4. Abordagem por processo;

5. Abordagem sistêmica para gestão;

6. Melhoria contínua;

7. Abordagem factual para tomada de decisões;

8. Benefício mútuo na relação com fornecedores.

Tipos de gestão
São inúmeros os tipos de gestão que você pode escolher seguir, entre os mais utilizados e que possuem um melhor feedback dos seus praticantes, podemos destacar:

Gestão Meritocrática – Aqui, o foco é todo na performance da equipe, mas de forma individual. Esse modelo permite que os colaboradores tenham sua genialidade e esforços reconhecidos, através de incentivos a sua performance e obtendo vantagens como ascensão de cargo.

Gestão Democrática – Já aqui, o objetivo é integrar a equipe, aproximando colaboradores, investindo nas práticas de reconhecimento coletivo e construindo o senso de unidade dentro da empresa. Essa participação coletiva se estende também para a área da gestão, com todos sendo aptos a expor suas opiniões, que devem ser respeitadas e consideradas.

Gestão Autoritária – O próprio nome já adianta um pouco do que é apresentado nesse modelo. O gestor é a peça principal da empresa e fica nas mãos dele basicamente todo o poder de tomada de decisões, definição de estratégia e mais. Este modelo é ideal para equipes com profissionais inexperientes, que precisam conhecer o ritmo, valores e forma de trabalho proposta.

Gestão Ciclo de Inovação – Nesse estilo de gestão, quem comenda é a criatividade. A rotina e fluxograma da empresa abrem espaço para tomada de decisões criativas, proporcionando erros e acertos que levam a instituição a descobrir novas e exclusivas soluções, aumentando sua competitividade.

Gestão Foco nos Processos – De nome bem objetivo, este modelo traz seu foco para os processos, na busca de compreender como eles podem ser modificados, atualizados ou otimizados, para trazer ainda melhores resultados para a empresa.

Gestão Foco nos Resultados – Aqui, temos um estilo que lança o olhar sobre o lado oposto e coloca seu foco no resultado, experimentando diferentes processos e trazendo novas alternativas que possam colaborar com o resultado esperado.

Ferramentas que podem te ajudar
De acordo com o resultado da pesquisa “Causa Mortis”, realizada pelo SEBRAE, em que foram avaliados os principais motivos para o fechamento das empresas, o descaso com a gestão empresarial é um dos principais fatores que levam a isso.

O diagnóstico é grave, mas com algumas ações é possível melhorar o desempenho da sua empresa e fazê-la caminhar bem longe dessa estatística. Hoje, destacamos três:

1 – Nunca é demais dizer: conheça seu negócio. Comece a partir disso. Todos os outros passos serão comprometidos se você não conhecer sua empresa e basear todas as suas decisões no achismo. Faça uma mapeamento do seu negócio, reflita sobre seus fornecedores, analise seus concorrentes, conheça seu público, fique por dentro dos processos que o envolvem, crie um bom plano de negócios, defina metas claras e atualize essas informações sempre que possível, porque o mercado é orgânico, muitas coisas podem mudas em alguns meses.

2 – Invista em uma boa ferramenta de gestão online. Este gênero de ferramenta foi criado para ajudar o empresário a automatizar processos, planejar atividades, acompanhar metas e muito mais. Um bom sistema fará toda a diferença na sua empresa, aumento o fluxo de vendas, facilitando o gerenciamento do caixa e fornecendo informações valiosas sobre o desempenho dela ao longo dos meses. E é nisso que podemos te ajudar! Somos especialistas em desenvolver soluções de software para gestão empresarial, além de oferecer implantação e suporte com a rapidez e eficácia que você precisa. Transforme para melhor a rotina da sua empresa, converse com nossa equipe através do (42) 3223-1295 ou mande sua dúvida para www.finer.com.br

3 – Use a tecnologia a seu favor. Ela é praticamente onipresente atualmente e pode ser uma forte aliada do seu negócio. Divulgue seus serviços nas redes sociais, mantenha um site com informações sobre sua empresa, ofereça descontos a clientes fiéis por meio do WhatsApp e mantenha uma carteira de clientes atualizada, o que facilita muito o contato por meio do e-mail.

Comercial

Como podemos ajudar?