Custos X Despesas: qual a diferença entre os dois conceitos?

É muito comum que no dia a dia utilize-se custos e despesas como sinônimos. Na gestão de empresas, contudo, esta confusão é arriscada. Por quê? Sem conhecer bem o que caracteriza cada um destes gastos, é provável que o seu negócio deixe de gerar lucro. Algo que pode acontecer mesmo que ele apresente boa saída. Para que você não corra este risco, apresentamos a seguir a diferença de custos e despesas.

É bem verdade que os conceitos são parecidos, o que explica a confusão geral. Ainda assim, esta é uma distinção importante de se conhecer se você deseja fazer uma contabilidade eficiente no seu negócio. Especialmente se considerarmos que os conceitos estão diretamente ligados à saída de caixa de empresa. Vamos começar, então, definindo o que são os custos. Acompanhe!

Definindo o significado dos custos
Quando falamos de custos estamos nos referindo a todos os gastos da empresa que se relacionam com a atividade-fim. Sendo assim, tratamos do valor gasto com os bens e serviços que permitem que a empresa produza mercadorias. Ou, então, o montante necessário para que as suas operações no oferecimento de serviços sejam estabelecidas.

A compra de matéria-prima, por exemplo, é um custo. A energia utilizada para produzir bens e/ou atender clientes também. Entra ainda nesta categoria a mão de obra. Estes gastos são classificados entre fixos e variáveis. O primeiro não varia, independentemente do volume de produtos ou serviços. Já o segundo, muda conforme a empresa produz ou vende mais.

O que são então as despesas?
Nas despesas nós temos aqueles gastos que não têm relação direta com a atividade-fim do negócio. Ou seja, neste caso temos o que é desembolsado em bens e serviços que ajudam a manter a estrutura da empresa funcionando. Existe, assim, um caráter administrativo nas despesas.

O que as diferencia dos custos é que elas não vão contribuir diretamente com a produção dos itens comercializados. O mesmo é válido para o suporte que permite o oferecimento de serviços. Entre as despesas temos aluguéis, gastos com estrutura e contas de água, luz e internet.

Custos X despesas: entenda as diferenças
Mesmo com a descrição nos tópicos anteriores, você ainda tem dúvidas na hora de diferenciar estes dois conceitos? Não se preocupe, vamos detalhar melhor de que forma é possível diferenciar uma coisa da outra. O segredo é sempre lembrar que o custo estará implicado no serviço ou produto final oferecido pela empresa.

As despesas, por sua vez, têm caráter mais generalista. Quando realizamos um corte de gasto nesta categoria, ele não afeta produção, aquisição de estoques ou oferecimento de serviços. Esta é a melhor forma de diferenciar os dois tipos de gasto.

Saiba também o que são as perdas
Esta questão pode até parecer simples a princípio. Mas, lembre-se que um planejamento orçamentário preciso não pode ter prejuízos. Por isso, vale a pena entender também a ideia de perdas. Esta terceira categoria de gastos engloba tudo aquilo que não trará receita para a organização – seja direta ou indiretamente. Podem ser valores de retrabalho, compensação de acidentes, faltas e também a reposição de mercadorias fora do prazo de validade ou avariadas.

Controle melhor os seus gastos com um sistema de gestão
Além de saber diferenciar custos de despesas, é altamente recomendável que a sua organização adote uma ferramenta de gestão. Quer conhecer soluções sobre medida para esta necessidade da sua empresa?

Então visite o nosso site e descubra como um software de gestão na nuvem pode ajudar no seu controle de gastos!