Loja Virtual: 4 dicas para ter sucesso na hora de montar a sua

R$ 53,2 bilhões. Este foi o valor movimentado pelo e-commerce brasileiro em 2018, segundo a Ebit/Nielsen. Quer entrar neste mercado em constante expansão?

A seguir, preparamos quatro dicas que vão ajudar você a se organizar e montar sua própria loja virtual. Acompanhe!

1. Definir a identidade da loja
Há algum tempo atrás, falar em loja virtual provocava arrepios nos consumidores. Hoje em dia, toda grande rede possui o próprio e-commerce. Então, como competir com uma “Amazon” da vida? Se você quer realmente ter sucesso nesta área, então deve pensar em detalhes sobre o nicho que pretende ocupar.

Defina qual é o seu produto, pense em qual é o seu cliente e como surpreendê-lo. É preciso que você esteja 100% certo daquilo que pretende fazer antes mesmo de dar o primeiro passo.

Uma loja de cadernos personalizados terá muito mais chances de conquistar uma clientela especializada do que uma papelaria virtual que já nasce concorrendo diretamente com as grandes redes.

2. Planejamento e gestão
Liste tudo aquilo que vai precisar para desenvolver seu e-commerce. Um web designer para desenvolver uma plataforma funcional, funcionários, estoque, quantia que vai gastar com envio e logística de envio reverso.

Vai oferecer frete grátis? A partir de qual valor vendido? Quanto vai gastar com marketing? Tudo isso é fundamental na hora de entender o funcionamento completo do seu e-commerce.

3. Propaganda é a alma do negócio
Fez todo o processo anterior e decidiu seguir em frente com o empreendimento? Agora é hora de pensar em como divulgar. Hoje em dia há diversas formas bastante econômicas de levar sua marca ao conhecimento do seu público. Publicidade virtual em grandes redes como Google Adsense e YouTube Ads, em redes sociais como Facebook e Instagram, além de publieditoriais em sites, blogs e canais do YouTube com grande alcance.

Outro tipo bastante interessante é o Marketing de conteúdo. Você pode criar um espaço de blog em seu próprio site e utilizar as redes sociais do seu e-commerce para publicar textos relevantes para o seu público e convidá-lo, assim, a conhecer sua marca.

Um exemplo: se você tiver um e-commerce de livros, pode postar textos sobre autores, resenhas de livros, listas de livros adequados para ocasiões especiais, tudo isto chamará a atenção do leitor e o colocará em contato direto com os seus produtos.

Ah, não se esqueça do Call To Action (CTA), aquela chamadinha marota no final para algum produto ou cadastro que você pretenda oferecer ao leitor.

4. Vendi, e agora?
Agora começa a parte difícil. O pós-venda é o momento que vai garantir ou não o retorno do cliente ao seu site. Entregue a mercadoria sempre no prazo, forneça um ambiente para críticas e feedbacks, além de estabelecer uma comunicação duradoura com ele, mas não apenas para vender, envie um cartão em datas especiais, clientes adoram quando recebem mimos, independente se forem físicos ou virtuais.

Outro pulo do gato em relação ao e-commerce é estar sempre ligado nas novidades. Métodos de pagamento, envio e produtos inovadores, você deve estar sempre de olho, afinal, melhorar é preciso!

Conte conosco
Agora que você conhece as principais dicas para montar sua loja virtual, que tal começar a colocar seu plano me prática? Nossa ajuda vai além deste artigo. Somos uma empresa especializada no desenvolvimento de soluções em software para o setor empresarial.

Acesse nosso site e entre em contato conosco. Será um prazer fazer parte da sua história!

Comercial

Como podemos ajudar?