O que é necessário e como desenvolver um aplicativo para a minha empresa?

Hoje, é possível realizar praticamente qualquer atividade por meio do celular. Podemos fazer compras, contratar serviços, realizar operações bancárias, afinar instrumentos, aprender um idioma e até programar. As possibilidades oferecidas pelos apps são muitas! Você já se perguntou “O que é necessário e como desenvolver um aplicativo para a minha empresa”?

Então, este aqui é o seu artigo: vamos dar algumas dicas para que você crie a sua própria aplicação. Vale ressaltar que, segundo a Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), o Brasil hoje possui mais de 230 milhões de smartphones.

Isso significa que já existem mais celulares no país do que brasileiros. Para os empreendedores de visão, significa uma coisa só: oportunidades de negócios. Mas antes de partir para as nossas dicas, vamos entender melhor por que este investimento vale tanto a pena. Confira.

Por que vale a pena criar um aplicativo?
A principal razão para ter um aplicativo é que ele ajuda a fidelizar o seu público-alvo. Pense só: ele representa a sua empresa ao alcance de um toque do cliente. Além de ser algo muito prático, é também uma forma de estreitar o relacionamento. E tudo isso é oferecido por meio de uma experiência única que faz o cliente lembrar positivamente da marca.

O que é necessário e como desenvolver um aplicativo para a minha empresa: Defina ferramentas e profissionais
Agora que entendemos as vantagens de um aplicativo, vamos às dicas de como desenvolver o seu. Em primeiro lugar você precisa definir quais ferramentas vai utilizar. Existem no mercado desde app creators, para quem não tem conhecimento de programação, até frameworks voltados ao público desenvolvedor.

O tipo de ferramenta escolhida vai refletir a equipe que vai trabalhar na tarefa. Esta pode ser interna ou externa. No caso da terceirização, ou Outsourcing, a escolha da ferramenta geralmente é feita pela fornecedora. Não raro estas empresas dispõem de plataformas próprias para a criação.

Android, iOS ou multiplataforma: Escolha onde o app vai rodar
Decidiu quem vai fazer o app e de que forma? Então, é hora de escolher a plataforma onde o aplicativo vai rodar. A definição entre iOS e Android vai determinar a linguagem de programação que será utilizada no projeto. Lembre-se que o Sistema Operacional (SO) de destino deve ser determinado pelo público-alvo.

Portanto, conheça bem a audiência com o qual trabalha antes de desenvolver um aplicativo. Não podemos esquecer também que existe a possibilidade de se criar apps multiplataforma. Ou seja, que podem rodar tanto em Android, quanto iOS e até mesmo em Windows, macOs e Linux.

Determine como a aplicação será utilizada
Quando finalmente chegamos na etapa de botar a mão na massa, precisamos ter bem definido para o que será utilizado o app. Tenha em vista que a sua criação precisa solucionar um problema do público. Uma aplicação de compras, por exemplo, facilita a transação e pode trazer maior comodidade ao cliente.

Porém, esta não é a única opção de aplicativo. A solução oferecida pode incluir um serviço ou ser uma forma de tornar a comunicação empresa-cliente mais eficiente. As possibilidades são diversas e devem se basear em estudos concretos da sua audiência.19

Não esqueça de atualizar o conteúdo do app
Uma vez que o app tenha sido criado e publicado nas lojas de aplicativos, não deixe de atualizá-lo. A medida é fundamental para que a solução continue rodando bem nas versões mais atuais dos SOs. É também um cuidado que ajuda e eliminar possíveis falhas de segurança.

Agora você não precisa mais se perguntar “O que é necessário e como desenvolver um aplicativo para a minha empresa”. Aproveite esta oportunidade, afinal, se o seu cliente não larga o “zap” e dorme agarrado no celular, é melhor que a sua empresa também esteja presente neste cotidiano. Quer desenvolver o seu aplicativo de forma profissional e alavancar os negócios? Então, venha conhecer os nossos serviços.

Comercial

Como podemos ajudar?